THE ART OF PASTA

Tema da edição 2019

Em 2019, o Pasta World Championship chega a sua 8ª edição com o tema "The Art of Pasta".
Preparar uma massa é arte? Para nós, sim!
Cada corte de massa possui um design que combina sabor e beleza.
Preparar uma massa é como brincar com as cores da aquarela em um quadro, com os movimentos graciosos do ballet ou a harmonia dos instrumentos de uma orquestra.
Suas formas e movimentos criam verdadeiras obras-primas.
Isto é uma arte, ou pelo menos, a soma de algumas delas.
Massa é, em última instância, algo simples e essencial que pode ser reinterpretado, transformado e continuamente revolucionado por grandes mestres ao redor do mundo.
Esta é a arte que se espalha pelo mundo.
Esta é "The Art of Pasta".

PASTA WORLD CHAMPIONSHIP 2019

Se há uma coisa que faz Paris ser conhecida ao redor do mundo, é por ser a capital da arte. Nos dias 10 e 11 de Outubro, a cidade ganhará um novo apelido, a capital da massa. De fato, o Pasta World Championship escolheu o cenário encantador do Pavillon Cambon como o local da edição 2019, no qual: 14 chefs competirão para demonstrar suas habilidades.
3 etapas irão desafiá-los à criar três receitas autorais.
5 juízes, entre chefs renomados e artistas, irão avaliar “The Art of Pasta” em cada prato.

SAIBA MAIS SOBRE A AGENDA
Textandimage

AS TRÊS ETAPAS

Neste desafio, os chefs criarão e apresentarão sua obra-prima:
seu prato assinatura para esta edição.



Os chefs serão convidados a adotar uma nova perspectiva gastronômica:
usando as linhas de massas "Bom para você", eles criarão uma receita capaz de combinar criatividade com um conceito holístico de bem-estar.



A peça principal, o trabalho - e o prato - pelo qual o chef será lembrado.
Os chefs serão convidados a reinterpretar a obra-prima da primeira etapa, adicionando algo inesperado.



CHEFS PARTICIPANTES

Gabriel Heintjes (SUÍÇA)

Um chef eclético que trilhou o seu próprio caminho ao abrir a  empresa "Dinner", depois de várias experiências em restaurantes como o Hotel Storchen e Widder em Zurique, o Gran Casino Baden e até um restaurante pop-up em Biel.

Jay Boyle (NORUEGA)

Depois de algumas experiências enriquecedoras nos melhores restaurantes da Austrália, sua terra natal, ele saiu em uma aventura pela Noruega e passou pelos dois melhores lugares de Oslo," Maaemo *** " e mais recentemente o Kontrast *, chefiado pelo renomado Chef Svensson. 

Kshitiz Sethi (CANADÁ)

Nascido em Nova Delhi, seu amor pela culinária cresceu na padaria do pai. Sua carreira profissional floresceu no Canadá em 2016 após se graduar no George Brown College, quando se juntou ao "Paese Ristorante" como Chef de Partie.

Nicola Pelligana (AUSTRÁLIA)

Entre seu amor pela Sicília e seu espírito aventureiro, ele construiu sua carreira na Itália e na Austrália. Os chefs estrelados Mauro Uliassi *** e Mario Percuoco foram seus mestres antes de se juntar à equipe de" Vizio "em Woolloomooloo.

Billis Nikolaos (GRÉCIA)

Antes de se tornar o chef em dois dos melhores restaurantes da Grécia, Etrusco em Corfu e Botrini * em Atenas, ele desenvolveu seu savoir-faire em restaurantes famosos da França, Espanha e Grécia.

Sebastian Butzi (AUSTRIA)

Versátil e determinado, depois da universidade, abraçou a promissora carreira culinária, auxiliando os famosos chefs Karl e Rudi Obauer, conhecidos por sua cozinha regional de vanguarda, em Werfen.

Edouard Chouteau (FRANÇA)

Chef de Anne, dentro do hotel de luxo Pavillon de la Reine (Paris), aprendeu a dominar a arte da cozinha de vanguarda trabalhando lado a lado com chefs renomados como Eric Fréchon, Pierre Gagnaire e Alain Passard.

Heaven Delhaye (BRASIL)

Devido às suas raízes francesas e portuguesas, ela possui muitas influências culinárias européias e alcançou uma sólida reputação na TV local. Seu último sucesso? Abrir o" Chez Heaven ", seu próprio restaurante no Rio de Janeiro.

Keita Yuge (JAPÃO)

Um chef multidisciplinar, com amplo conhecimento da cozinha italiana. Ele desenvolveu seu talento nos melhores restaurantes de Paris (G.Savoy), Tóquio (Chez Inno), Osaka (Quintocanto) e recentemente Yokohama (Salone 2007).

Léa Marion (SUÉCIA)

A eclética Chef francesa ama tanto a cozinha nórdica e quanto a mediterrânica. Trabalhou em restaurantes com estrelas Michelin como o Gastrologik ** na Suécia ou Toya * na França. Recentemente juntou-se ao renomado Oaxen Krog ** em Estocolmo.

Sean Turner (EUA)

Chef Executivo no Louie em DeMun (St. Louis-MO), ele se inspirou no estilo" novo italiano moderno "de Jonathan Benno, enquanto cozinhava em seu restaurante em Nova York. Ele considera a massa uma verdadeira " comida reconfortante ".

Matteo Carnaghi (ITÁLIA)

Sous-chef do Viviana Varese's Alice*, o único restaurante estrelado em Milão cuja proprietária é uma chef mulher, ele forjou seu talento em restaurantes com estrelas Michelin na Itália e na Holanda, onde trabalhou para o chef holandês Sergio Herman.

Zora Klipp (ALEMANHA)

Depois de dar seus primeiros passos no luxuoso Landhaus Wachtelhof em Rotenburg, ela mudou-se para Hamburgo para se tornar Chef de Cozinha no Kliemannsland. Apresentadora de seu próprio programa de culinária, ela gosta de transmitir sua filosofia culinária simples, mas não convencional.

Christian Carrieri (EMIRADOS ÁRABES)

Cinco anos atrás, seu espírito aventureiro o levou à Dubai, onde ele embarcou carreira na boa culinária dos mais prestigiados restaurantes de hotéis como o Grosvenor House, The Oberoi, One e Only The Palm antes de se juntar ao Marriott Strega Italian Restaurant.

O JÚRI

Davide Oldani (ITÁLIA)

"A arte e o artesão têm as mesmas raízes. A massa é uma forma artesanal de arte. É a arte do bom gosto, algo que muda dependendo dos ingredientes que colocamos no prato".
Ele trouxe para a cozinha italiana o conceito de" cucina pop ", que é baseado em contrastes perfeitamente equilibrados. Estes contrastes também podem ser experimentados em seu restaurante" D’O ", perto de Milão.

Amandine Chaignot (FRANÇA)

"Vejo a massa como uma tela em branco que cada chef pode trabalhar de várias maneiras. É um ingrediente que você pode usar para expressar coisas distintas, ela oferece muita liberdade!"
Sua criatividade está enraizada no talento incutido pelos chefs franceses com quem ela se envolveu, como Ducasse, Alléno e Fréchon. Bocuse de Bronze em 2012, ela está muito envolvida em ações humanitárias através de seu trabalho com a ONG World vision e ela abrirá em breve seu novo restaurante "Pouliche".

Simone Zanoni (ITÁLIA)

"Para mim, the art of pasta se trata da capacidade de aprimorar e transformar o que é basicamente um item social do dia a dia em algo artístico".
Sustentabilidade e cozinha mediterrânea são o centro de sua visão. Chef de cozinha do Le George em Paris, sua carreira cresceu entre Londres e Paris, enquanto trabalhava nos restaurantes estrelados de Gordon Ramsay.

Paola Navone (ITÁLIA)

"A massa é um belo exemplo de design democrático. Simples, natural, universal. Eu acho que é um magnífico" meio criativo ": pode fazer qualquer um se sentir um pouco como um artista".
Sua mente é uma combinação de cores do sul do mundo e sabores e formas do Ocidente. Ela ganhou prêmios internacionais como arquiteta, designer de produtos, decoradora de interiores e diretora de arte.

Ashley Alexander (AUSTRÁLIA)

"Como a arte, as massas podem não apenas provocar emoções e inspirações de momento, mas também podem despertar e inspirar mais criatividade e trabalhos futuros".
Criadora de receita, estilista e diretora criativa de Melbourne, seu blog "Gather & Feast" concentra-se em alimentos feitos para serem compartilhados. Autora do livro "Morning, Noon & Night", ela desenvolveu conteúdo criativo para vários clientes em todo o mundo.

Anfitriões

Lorenzo Cogo

Lorenzo Cogo

Mestre em gastronomia Lorenzo Cogo, chef e proprietário do" El Coq "em Vicenza, é o mais jovem chef com estrela Michelin da Itália e mestre em Gastronomia do Pasta World Championship 2019.


Stéphane Rotenberg

Stéphane Rotenberg

Mestre de cerimônia, jornalista francês e apresentador do programa de TV" Top Chef ", Stéphane Rotenberg atua como Mestre de Cerimônia da edição de 2019.


REVEJA O PASTA WORLD CHAMPIONSHIP EDIÇÃO 2018

A massa é uma jornada sem fim do campo à mesa.
Tornar-se mestre não é diferente: é uma jornada de paixão, dedicação e busca constante da perfeição.

PASTA WORLD CHAMPIONSHIP 2018

17 jovens chefs participaram da edição de 2018 do Barilla Pasta World Championship em Milão. Depois de vencer a rodada final com o finalista chinês Toby Wang, Carolina Diaz conquistou o título de Master of Pasta, tornando-se a primeira vencedora mulher na história do concurso. Ela foi capaz de demonstrar suas habilidades durante todos os " Mastery Challenges ", mostrando uma habilidade excepcional em equilibrar sabores e colocando seu coração em cada prato.
Textandimage 2